A famosa droga azul, o Viagra, está cada vez mais presente na vida sexual dos homens jovens, que não precisariam fazer uso do medicamento. Assim, como qualquer droga, a dependência do medicamento pode causar sérios problemas de saúde. Saiba mais!

Viciados em viagra

Aumenta o número de jovens dependentes

Uma droga usada para ajudar na ereção, normalmente para homens acima de 50 anos, o Viagra está sendo usado como se fosse uma espécie de ansiolítico, amenizando a ansiedade e o medo na hora da atividade sexual.

viciados em viagra

O uso do Viagra pode, a longo prazo, comprometer a visão, causar problemas cardíacos e comprometer a audição. Segundo o psicoterapeuta Raymond Francis, em média 15 homens entre 30 e 35 anos apresentam indícios de dependência do medicamento.


A necessidade do uso da droga se dá por diversos fatores:

Muitos desses homes acreditam que o sexo deveria ser como as superproduções pornográficas;

A preocupação com o dinheiro, trabalho e problemas do dia-a-dia podem estar atrapalhando a vida sexual;


Cultura machista e carga emocional, em função da grande expectativa que o homem pensa que esperam dele na cama. O homem se cobra porque acredita que tem que ser o “garanhão”.

tipos de drogas

Para Francis, o uso do Viagra seria por motivos de insegurança masculina, visto que as mulheres modernas estão mais autoconfiantes e não têm medo de expor seus desejos sexuais. Outro fator determinante é a pressão diante da necessidade de engravidar a parceira e da gravidez planejada, pois faz do sexo uma coisa mecânica e programada.

por Rodrigo Longo

Tweetar


Veja Também!

Dependência emocional – Muletas psicológicas

Metanfetamina – Efeitos chocantes

Desintoxicando-se de pensamentos, sentimentos e emoções

Saúde – 7 Alimentos que combatem a ansiedade

Insônia – Causa, Sintomas e Tratamentos

Dados do Artigo:

Viciados em Viagra
Drogas

Viciados em Viagra. Um medicamento para ajudar na ereção, está cada vez mais presente na vida dos jovens, que usam para amenizar a ansiedade e o medo na hora da relação sexual.
Fontes:

FacebookTwitterGoogle+PinterestTumblrLinkedInBlogger PostGoogle GmailWhatsAppPrintShare