Uma vacina testada em animais, impediu que a droga produzisse efeitos e causasse dependência. A vacina poderá ser usada para tratar a dependência de cocaína e também evitá-la. Saiba mais…

Na semana passada, pesquisadores do The Scripps Research Institute, dos Estados Unidos, anunciaram o sucesso, em animais, de uma vacina contra a dependência da cocaína. O medicamento conseguiu impedir que a droga atingisse o cérebro. Dessa forma, impossibilitou a produção de seus efeitos e a consolidação do processo de dependência por ela induzido. Os detalhes do artigo foram publicados na última edição da revista científica “Molecular Pharmaceutics”.

Drogas Injetáveis

O grupo responsável pelo trabalho é coordenado por Kim Janda, um dos mais renomados especialistas nesta área de investigação. Há anos os pesquisadores investem esforços para achar nas vacinas uma saída contra a dependência de drogas como a cocaína e a metanfetamina. O princípio é o mesmo dos imunizantes usados para a prevenção de doenças como o sarampo e a poliomielite. O que se quer é estimular a produção de anticorpos. Nesse caso, contra as substâncias químicas.

Vacina Cocaína

Para isso, primeiro cria-se um modelo de molécula semelhante ao das drogas. O produto é misturado a fragmentos de bactérias e vírus inofensivos, mas capazes de despertar as células de defesa. Os pesquisadores americanos, por exemplo, usaram a proteína bacteriana flagellin, utilizada em outros imunizantes.

De acordo com os cientistas, o remédio mostrou-se o mais eficaz entre todos os que já testaram até agora. “E se ele for corretamente formulado, pode funcionar para qualquer pessoa”, disse Janda à ISTOÉ. Na avaliação dos estudiosos, os resultados abrem um novo e promissor caminho na produção de vacinas contra a dependência química. “A ideia é que o remédio seja usado para tratar a dependência e também para evitá-la.”

Fonte:

http://www.istoe.com.br/reportagens/401341_VACINA+PARA+COMBATER+A+COCAINA


 

Busque ajuda!

Muitas vezes, devido ao consumo de droga, o usuário coloca em risco aspectos importantes de sua vida, tais como família, emprego, saúde. Além disso pode não perceber os problemas decorrentes deste uso ou mesmo negá-los. Nesses momentos, não é raro os membros da família apresentarem sentimentos de raiva ou impotência frente ao usuário ou a situação.
Essas ocasiões deveriam se transformar em buscas de ajuda em unidades de saúde, conversas com um profissional e pessoas de referência na sua comunidade, adesão a grupos de ajuda e cursos.

Dependência Química:Como lidar?


Para lidar com um dependente químico, primeiro é preciso conhecer a doença, os sintomas de abstinência, a prevenção de recaídas e as questões psíquicas e emocionais que envolvem a dependência química.

A família é parte importante na recuperação do dependente químico!

 

Busque informações corretas sobre as drogas, pois os filhos deixam de acreditar no que os pais dizem quando percebem que as informações repassadas não correspondem à realidade.
Aqui você encontra alguns cursos completos sobre como lidar com a dependência química, e assim poder ajudar o dependente químico. Vale a pena fazer!

Conheça o curso sobre a Dependência de Cocaína e Crack!

COMECE AGORA!

Curso – Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?

O curso “Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. Curso de fácil compreensão. Textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. Mais informações >>

 

 

 

Para saber mais informações ou esclarecer dúvidas entre em contato conosco: sossobriedade@gmail.com

 

 

 

Share