Conheça a droga que é uma espécie de metanfetamina, o “Special K”, utilizada nas baladas e festas raves. Saiba mais sobre a droga alucinógena da nova geração!

Também conhecida de Quetamina, cetamina ou Special K, é uma droga muito utilizada em baladas e festas raves e provoca um estado mental alterado e psicodélico, produzindo efeitos de delírios e alucinações.
 
Quando se consome muita quetamina, a mente é desligada do mundo exterior e o indivíduo sofre uma experiência fora do corpo ou de quase morte.
 
A substância ilegal vem dominando as baladas em todo o mundo a ponto de ser conhecida como a “droga do século XXI”, e o tamanho do mercado supera de longe o do “cristal”.
A droga foi criada em 1962 por Calvin Steves, um anestésico desenvolvido para soldados nos campos de batalha durante a Guerra do Vietnã, mas hoje é utilizada para fins veterinários, como tranquilizantes para cavalos.
 
Graças ao aumento de seu uso ilegal entre h
umanos, o governo norte-americano classificou a quetamina como um narcótico classe A em 2005, colocando-a no mesmo patamar que a heroína e o crack.
 Special K nas baladas e festas raves!

 
A maioria dos usuários considera a quetamina uma droga retroativa, mas para alguns a dependência psicológica domina suas vidas. Quando se consome muito, a mente é desligada do mundo exterior e o indivíduo sofre uma experiência fora do corpo ou de quase morte. Neste estado, você não tem mais noção de identidade: não lembra o próprio nome, não sabe que é humano — nem o que significa ser humano.
 
O Special K afeta seriamente a estrutura cognitiva e a percepção do próprio corpo, do tempo e da realidade.
 

Efeitos do Special K

 
Seus principais efeitos incluem ansiedade, alterações da percepção (perda da noção do perigo, perturbações visuais), comprometimento da função motora e efeitoanalgésico. Embora seja vendida nas ruas como um pó branco, que normalmente é cheirado, alguns usuários preferem injetá-la.Droga - Special K
 
Apesar de ser apontada como a descoberta mais decisiva para o tratamento de depressão da atualidade pela revista Science em 2012, a quetamina pode comprometer para sempre o funcionamento do sistema urinário. Há relatos de pessoas que perderam a bexiga e os rins por conta do vício.
 
Mais barata que a cocaína, a droga cuja popularidade dominou a noite no Canadá, sai por 40 dólares o grama. Bem acima dos 8 bilhões da metanfetamina, o mercado do alucinógeno movimenta incríveis 320 bilhões de dólares por ano entre seus usuários, traficantes, distribuidores, médicos e policiais. A Índia é o segundo maior produtor de quetamina do mundo, onde a substância é fabricada para usos lícitos em hospitais e pela medicina veterinária. Gangues de criminosos suprem a demanda internacional desviando a quetamina para o mercado negro, que acaba contrabandeando a droga para traficantes ao redor do mundo.
 

Busque ajuda!

 
Muitas vezes, devido ao consumo do álcool e/ou droga, o usuário coloca em risco aspectos importantes de sua vida, tais como família, emprego, saúde. Além disso pode não perceber os problemas decorrentes deste uso ou mesmo negá-los. Nesses momentos, não é raro os membros da família apresentarem sentimentos de raiva ou impotência frente ao usuário ou a situação. 
 
Essas ocasiões deveriam se transformar em buscas de ajuda em unidades de saúde, conversas com um profissional e pessoas de referência na sua comunidade, adesão a grupos de ajuda e cursos.

Dependência Química:Como lidar?


Para lidar com um dependente químico, primeiro é preciso conhecer a doença, os sintomas de abstinência, a prevenção de recaídas e as questões psíquicas e emocionais que envolvem a dependência química.

 
A família é parte importante na recuperação do dependente químico!

 


Busque informações corretas sobre as drogas, pois os filhos deixam de acreditar no que os pais dizem quando percebem que as informações repassadas não correspondem à realidade.
 
Aqui você encontra alguns cursos completos sobre como lidar com a dependência química, e assim poder ajudar o dependente químico. Vale a pena fazer!
 
Conheça os cursos sobre a Dependência de Cocaína, Crack, Álcool e Maconha!
COMECE AGORA!
 
Curso – Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?

O curso “Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. Curso de fácil compreensão. Textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. 
Mais informações >>



Curso Dependência de Álcool: como lidar?Curso Dependência de Álcool: como lidar?

É direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. Desenvolvido com linguagem rápida e de fácil compreensão. Leituras de textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. 


Dependência de Maconha: como lidar?Dependência de Maconha: como lidar?
O curso “Dependência de Maconha: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos ou a quem esteja interessado em expandir seus conhecimentos e aprender informações atuais e práticas sobre a dependência de maconha. 

 

Para saber mais informações ou esclarecer dúvidas entre em contato conosco:

sossobriedade@gmail.com

 


 

Share