Comorbidade é a ocorrência, ao mesmo tempo, de mais de uma doença mental qualquer em um mesmo individuo. As comorbidades podem estar associadas à dependência química. Saiba mais…


As Comorbidades e a Dependência Química!

As Comorbidades e a Dependência Química!

Essa noção é importante, pois alguns indivíduos com uma das doenças poderão ter um risco maior de desenvolver a outra, assim como, a co-ocorrência delas pode alterar significativamente a evolução ou resposta ao tratamento de uma ou ambas as doenças.
 
Para ilustrar: Quando um indivíduo é dependente de álcool e também tem um transtorno psicótico, podemos dizer que há uma comorbidade entre o transtorno de dependência de álcool e o transtorno psicótico. A comorbidade de transtornos mentais, decorrentes do uso de substâncias psicoativas (SPA) e outros transtornos mentais, é complexa e pode se manifestar de diversas formas:
 
1. O uso de substâncias psicoativas causa outro transtorno mental ou intensifica sintomas psiquiátricos que já existiam;
2. Os transtornos mentais podem levar ao uso de SPA ou intensificá-lo;
3. O uso de SPA e síndrome de abstinência podem produzir sintomas que se assemelham aos dos transtornos mentais.
 
Discutir comorbidade psiquiátrica é de extrema importância quando se trata do tratamento de usuários de substâncias psicoativas, pois a presença de comorbidades psiquiátricas dificulta o tratamento, podendo até impedir o sucesso.
Um dos maiores desafios frente à comorbidade é o diagnóstico, pois, como já falamos, algumas manifestações do uso de drogas e os quadros de abstinência podem se parecer com alguns transtornos psiquiátricos, podendo causar um diagnóstico falso de uma possível doença.
 
O uso prolongado de drogas pode mascarar uma tendência ou levar a alterações cerebrais que se manifestem como transtorno mental. Vale lembrar que diversas pessoas dependentes de cocaína e crack, em uma entrevista inicial, queixam-se de vários sintomas psíquicos que cessam espontaneamente sem a necessidade de medicação, simplesmente com a interrupção do uso da droga.
 
A melhor maneira de diferenciar sintomas psiquiátricos transitórios induzidos por substância psicoativas de outro transtorno psiquiátrico é a observação do indivíduo em um período de desintoxicação.
 
Optamos em seguida por falar de uma forma geral das comorbidade psiquiátricas mais frequentes, seus sinais e sintomas.
 
As comorbidades psiquiátricas mais frequentes em dependência química são:
 
 
Um dependente químico pode, além da dependência do álcool e/ou da droga, desenvolver comorbidades em decorrência do abuso de substâncias psicoativas, como também pode ter um transtorno muito antes da dependência química, e a dependência pode ser uma comorbidade de um transtorno.


Busque ajuda!

 
Muitas vezes, devido ao consumo do álcool e/ou droga, o usuário coloca em risco aspectos importantes de sua vida, tais como família, emprego, saúde. Além disso pode não perceber os problemas decorrentes deste uso ou mesmo negá-los. Nesses momentos, não é raro os membros da família apresentarem sentimentos de raiva ou impotência frente ao usuário ou a situação. 
 
Essas ocasiões deveriam se transformar em buscas de ajuda em unidades de saúde, conversas com um profissional e pessoas de referência na sua comunidade, adesão a grupos de ajuda e cursos.

Dependência Química:Como lidar?


Para lidar com um dependente químico, primeiro é preciso conhecer a doença, os sintomas de abstinência, a prevenção de recaídas e as questões psíquicas e emocionais que envolvem a dependência química.

 
A família é parte importante na recuperação do dependente químico!

 


Busque informações corretas sobre as drogas, pois os filhos deixam de acreditar no que os pais dizem quando percebem que as informações repassadas não correspondem à realidade.
 
Aqui você encontra alguns cursos completos sobre como lidar com a dependência química, e assim poder ajudar o dependente químico. Vale a pena fazer!
 
Conheça os cursos sobre a Dependência de Cocaína, Crack, Álcool e Maconha!
COMECE AGORA!
 
Curso – Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?

O curso “Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. Curso de fácil compreensão. Textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. 
Mais informações >>
 

Curso Dependência de Álcool: como lidar?Curso Dependência de Álcool: como lidar?

É direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. Desenvolvido com linguagem rápida e de fácil compreensão. Leituras de textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. 


Dependência de Maconha: como lidar?Dependência de Maconha: como lidar?
O curso “Dependência de Maconha: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos ou a quem esteja interessado em expandir seus conhecimentos e aprender informações atuais e práticas sobre a dependência de maconha. 

 

Para saber mais informações ou esclarecer dúvidas entre em contato conosco:
sossobriedade@gmail.com


 

Share