A ansiedade é o resultado do uso de drogas e em situações de abstinência. Conheça os transtornos ansiosos associados à dependência química!

Transtornos Ansiosos e a dependência químicaA ansiedade é uma experiência humana universal, constituindo-se em uma resposta comum às sobrecargas rotineiras e aos conflitos emocionais. A ansiedade é considerada sadia quando experimentada em situações de ameaça ou de um perigo real.
 

A ansiedade pode ocorrer:

 
1. Em consequência do estresse do dia a dia,
2. Em decorrência dos conflitos específicos das diferentes etapas do ciclo vital,
3. Como resultado do uso de drogas pela intoxicação pela própria substância, como os estimulantes,
4. Em situações de abstinência,
5. Em doenças físicas,
6. Nos transtornos de ansiedade.
 

Os sinais e sintomas da ansiedade do indivíduo podem ser percebidos quando ele apresenta:

 
1. Fadiga, inquietação, tremores, dores musculares, manuseio nervoso de objetos e sobressaltos,
2. Palpitação, taquicardia, tontura, formigamentos, mão frias, diarreia, poliúria, rubor, “bola na garganta”,
3. Insônia, irritabilidade, apreensão, dificuldade de concentração.
 

A ansiedade será considerada não saudável (patológica) quando:

 
1. For percebida como emoção desagradável e incômoda,
2. Surgir sem estímulo externo apropriado ou proporcional para explicá-la,
3. Causar prejuízo no desempenho social ou profissional do indivíduo.
 
A comorbidade de transtornos de ansiedade e transtornos mentais decorrentes do uso de drogas é conhecida de longa data.
 
Em particular, os dependentes de álcool têm maior probabilidade de apresentar transtornos de ansiedade do que aqueles que têm diagnóstico de uso nocivo. O inverso também é verdadeiro, ou seja, a prevalência de transtornos mentais decorrentes do uso de drogas é maior entre aqueles que procuram tratamento para transtornos de ansiedade.
 
A depressão e a ansiedade são as comorbidades psiquiátricas mais frequentes, atingindo mais da metade dos usuários de cocaína.
 

Há três hipóteses para explicar a correlação dos transtornos de ansiedade com os transtornos mentais decorrentes do uso de drogas:

 
1. Causas comuns – as associações entre transtornos de ansiedade e transtornos relacionados a substâncias psicoativas se dariam porque ambas partilham fatores de risco comuns.
2. Hipótese da automedicação – indivíduos com sintomas ansiosos buscariam o uso de drogas para alívio de tais sintomas.
3. Efeito do uso de drogas – os transtornos de ansiedade seriam consequência da ativação de uma tendência individual para transtornos de ansiedade pelo uso de substâncias psicoativas.
 
Aqui você encontra ótimos cursos para ajudar como lidar com a ansiedade e com a Dependência Química! 
 
Supere a Ansiedade!
 
 

Busque ajuda!

Muitas vezes, devido ao consumo do álcool e/ou droga, o usuário coloca em risco aspectos importantes de sua vida, tais como família, emprego, saúde. Além disso pode não perceber os problemas decorrentes deste uso ou mesmo negá-los. Nesses momentos, não é raro os membros da família apresentarem sentimentos de raiva ou impotência frente ao usuário ou a situação.

Essas ocasiões deveriam se transformar em buscas de ajuda em unidades de saúde, conversas com um profissional e pessoas de referência na sua comunidade, adesão a grupos de ajuda e cursos.

Dependência Química:Como lidar?

Para lidar com um dependente químico, primeiro é preciso conhecer a doença, os sintomas de abstinência, a prevenção de recaídas e as questões psíquicas e emocionais que envolvem a dependência química.

A família é parte importante na recuperação do dependente químico e é a mais indicada para auxiliá-lo. Graças compreensão e a criatividade baseada na afetividade, ele mesmo poderá encontrar uma saída para a enrascada na qual se meteu, muitas vezes sem querer ou sem saber por quê!

Busque informações corretas sobre as drogas, pois os filhos deixam de acreditar no que os pais dizem quando percebem que as informações repassadas não correspondem à realidade.

Aqui você encontra alguns cursos completos sobre como lidar com a dependência química, e assim poder ajudar o dependente químico. Vale a pena fazer!

Conheça os cursos sobre a Dependência de Cocaína, Crack, Álcool e Maconha!

COMECE AGORA!

Curso – Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?
O curso “Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. Curso de fácil compreensão. Textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. Mais informações >>

 

Curso Dependência de Álcool: como lidar?Curso Dependência de Álcool: como lidar?

É direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. Desenvolvido com linguagem rápida e de fácil compreensão. Leituras de textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. Mais informações >>

Dependência de Maconha: como lidar?Dependência de Maconha: como lidar?

O curso “Dependência de Maconha: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos ou a quem esteja interessado em expandir seus conhecimentos e aprender informações atuais e práticas sobre a dependência de maconha. Mais informações >>

 

Para saber mais informações ou esclarecer dúvidas entre em contato conosco: sossobriedade@gmail.com

Share