Existem situações, influências e aspectos socioculturais que podem aumentar a probabilidade de a pessoa usar ou não usar uma droga. Conheça alguns fatores de risco para o uso de crack, álcool e outras drogas!

Fatores de risco para o uso de crack, álcool e outras drogas

Fatores de risco para o uso de crack, álcool e outras drogas
Segundo a literatura especializada, existem diversos fatores que podem aumentar ou diminuir a possibilidade da pessoa experimentar uma droga, como também aumentar ou diminuir a quantidade a ser utilizada.
 
Saber reconhecer quais fatores são esses ajuda muito no momento de propor estratégias adequadas para o tratamento. A partir dos fatores de risco e dos fatores de proteção conseguimos fazer a prevenção e a promoção de saúde.
 
Vamos entender um pouco mais que fatores são esses. Chamamos de fatores de proteção todos aqueles que diminuem o risco de alguém tanto iniciar quanto aumentar o uso de drogas como também ajudam na diminuição ou interrupção desse uso. Chamamos de fatores de risco as razões ou situações que aumentam a possibilidade de uma pessoa se envolver com o uso de crack, álcool e outras drogas. Tanto os fatores de proteção como os de risco, podem ser observados em diferentes contextos da vida da pessoa e existem vários aspectos que podem interferir diretamente no “tamanho” deste risco.
 
Nos dois quadros seguintes estão os fatores de risco nos contextos pessoal, familiar e social.
 

Fatores de risco

 

Contexto pessoal

 
  • Baixa autoestima.
  • Isolamento social.
  • Não aceitação das regras sociais.
  • Pouca informação sobre drogas.
  • Comportamento agressivo/ impulsivo.
  • Predisposição genética.
  • Aumento ou redução da disposição para realização das atividades cotidianas.
  • Hábito de usar álcool ou outras drogas para celebrar bons momentos e/ou atenuar sentimentos que geram sofrimento.
  • Pouca capacidade de lidar com as exigências interpessoais.
  • Dificuldade em expressar sentimentos.
  • Vivencia de abusos na infância.
  • Transtornos de personalidade.
 

Contexto familiar

 
  • Falta de envolvimento afetivo familiar.
  • Ambiente familiar conflituoso.
  • Educação familiar frágil.
  • Consumo de álcool e/ou outras drogas pelos pais ou outros familiares.
  • Modelos de comportamento negativos.
 

Contexto social

 
  • Pouco envolvimento com os estudos e trabalho.
  • Envolvimento em atividades ilícitas.
  • Amigos usuários de drogas ou com comportamento inadequado.
  • Propagandas de incentivo ao consumo de álcool e outras drogas veiculadas nos meios de comunicação.
  • Pressão social para o consumo.
  • Poucas oportunidades de trabalho, lazer e esportes.
  • Pertencer a grupos que enfrentam situações de vulnerabilidade social.
  • Inserção em cultura que aceita/tolera o uso de álcool e outras drogas.
  • Baixo nível sócio-educacional.
 
Existem fatores de proteção que podem diminuir a probabilidade de uma pessoa usar ou não uma droga: Recomendamos o artigo:
 
 
As pesquisas apontam que muitos dos fatores de risco relacionados ao uso de crack, álcool e outras drogas são os mesmos observados em outros comportamentos de risco, como evasão escolar, comportamento sexual de risco, incluindo gravidez na adolescência além de bullying e comportamentos violentos na adolescência.

Veja também:

 
No entanto o assunto dá margem a muita discussão sobre os fatores que influem na decisão de uma pessoa usar drogas, que é sempre multifatorial (inclui fatores individuais, familiares e sociais). Afinal nem todos os jovens usam drogas e, mesmo tendo experimentado por curiosidade, a maioria não continuará tal uso. 
 
Conheça os cursos sobre a Dependência de Cocaína, Crack, Álcool e Maconha!
COMECE AGORA!
 
Curso – Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?

O curso “Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. 

Curso de fácil compreensão. Textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. 


Mais informações >>
 

Curso Dependência de Álcool: como lidar?Curso Dependência de Álcool: como lidar?

É direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. Desenvolvido com linguagem rápida e de fácil compreensão. Leituras de textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. 


Dependência de Maconha: como lidar?Dependência de Maconha: como lidar?
O curso “Dependência de Maconha: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos ou a quem esteja interessado em expandir seus conhecimentos e aprender informações atuais e práticas sobre a dependência de maconha. 
 

Para saber mais informações ou esclarecer dúvidas entre em contato conosco: sossobriedade@gmail.com


 


Share