O tema drogas está presente na vida de todos e é um problema de todos. Conheça as dicas para proteger o seu filho das drogas na infância e na adolescência!

Dicas para proteger o seu filho das drogas na infância e adolescência!

Dicas para proteger o seu filho das drogas na infância e adolescência!

Muitos pais sentem medo de comentar sobre o uso de drogas em casa, principalmente com crianças e adolescentes, por considerarem que estão pouco preparados para lidar com a questão ou por acreditarem que, se falarem sobre o assunto, despertarão curiosidade. Mas, como já vimos, o tema “drogas está presente em muitas situações da vida da criança e do adolescente, seja por meio dos amigos, seja do noticiário no jornal, da televisão, da internet etc. Dessa forma, é recomendável que os pais busquem informações e orientação adequadas de modo a se sentir seguros e confiantes para abordar esta questão em casa com os filhos.
 
A forma como o assunto deverá ser abordado dependerá da idade do(a) filho(a). Para conversar sobre drogas e responder a dúvidas, é importante saber o que o (a) filho (a) já consegue compreender e procurar usar uma linguagem que ele entenda.

O que fazer para evitar?

 

Converse, ouça seu filho (sua filha)

 
Dicas para proteger o seu filho das drogas na infância e adolescência!Parece óbvio e muitos pais acreditam que já fazem isso. Mas, às vezes, dependendo da forma como abordam o jovem, não conseguem atingir o objetivo.
 
Diálogo é uma oportunidade para troca de informações e opiniões. Filhos e pais em geral veem o mundo de forma diferente, porque estão em momentos diferentes da vida.
 
Saber o que os filhos pensam, sentem e como vivem é fundamental. Assim, é possível ajudá-los a encontrar alternativas de prazer e de resolução de problemas. E os pais também podem aprender com eles.
 

Esteja próximo do seu filho (sua filha)

 
Busque saber o que se passa com seu filho (sua filha) o que ele (a) faz no tempo livre, com quem anda… procure promover um ambiente de aproximação e diálogo. O diálogo ajuda a família a estabelecer com maior clareza o que é permitido ou não a cada um de seus membros, facilitado também buscar apoio quando necessário.

Use situações do dia a dia

 
No convívio familiar, surgem oportunidades para que os pais conversem com seus filhos sobre drogas. Situações comuns, como o noticiário que mostra um acidente de trânsito ocasionado pelo uso de bebida alcoólica, são oportunidades ideais para dialogar sobre os efeitos e consequências do uso de álcool, esclarecendo dúvidas e ampliando a compreensão sobre o assunto.
 
É importante usar narrativas do dia a dia do jovem, coo um “vexame” dado por um colega, alguém que passou mal e vomitou na casa da namorada.
 
Embora os jovens possam achar até engraçada uma situação como essa, é possível usá-la para exemplificar que não é bom ser motivo de piada. Há ainda o caso de alguém que tenha sido flagrado pela polícia usando maconha.
 

Fale sobre as consequências imediatas

 
Os adolescentes e jovens vivem intensamente o momento presente, o hoje. Tentar convencê-los de que terão prejuízos daqui a ou anos não adianta muito. É provável que um jovem de 18 anos não seja afetado pela informação de que, se beber demais, poderá ter um câncer de fígado quando tiver 40 anos. Para ele, esta situação está “muito longe”. É melhor apresentar as consequências que podem acontecer no dia seguinte ou no mês seguinte.
 

Coloque regras e limites claros

 
Na adolescência, é comum ocorrer a experimentação de drogas com os próprios amigos. É uma forma de estar em grupo, de se sentir igual, algo que é importante para os adolescentes. Por isso, os jovens tendem a desconsiderar os riscos e, muitas vezes, ficam mais expostos a brigas e acidentes. Lidar com essas situações tem sido um dos grandes desafios para os pais. Coloque regras claras e defina limites com autoridade, mas sem violência. O que a família permite? O que não permite? O diálogo e a negociação são tão importantes quanto as regras. Dessa forma, seus filhos sentem que você se importa com eles, mesmo que reclamem!
 

Fortaleça a relação com base no afeto e confiança

 
O tipo de relação que você estabelece com seus filhos é fundamental. É claro que não existem relacionamentos perfeitos, mas quando há afeto, carinho, confiança e conversas sinceras, a compreensão e a valorização do outro fica evidente. Isso é muito importante para prevenir o uso e o abuso de drogas!

Estimule a prática esportiva e artística

 
A família pode contar, também com importantes aliados para a prevenção. É o caso das atividades artísticas, da prática de algum esporte ou de atividades saudáveis que valorizem a autoestima dos filhos.
Estimule a religiosidade, independentemente da doutrina
 
O desenvolvimento espiritual e a participação comunitária podem ser estimulantes através do engajamento dos filhos em grupos de jovens ligados à sua crença religiosa ou em organizações sociais voltadas ao desenvolvimento das pessoas.
 

Conheça o assunto para prevenir e cuidar

 
Busque informações corretas sobre as drogas, pois os filhos deixam de acreditar no que os pais dizem quando percebem que as informações repassadas não correspondem à realidade. Recomendamos os cursos que vão ajudar muito a lidar com o problema do álcool e das drogas, e também a lidar melhor com a fase da adolescência.
 
Conheça os cursos sobre a Dependência de Cocaína, Crack, Álcool e Maconha!
COMECE AGORA!
 
Curso – Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?
O curso “Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos.  Curso de fácil compreensão. Textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários.  Mais informações >>

Curso Dependência de Álcool: como lidar?Curso Dependência de Álcool: como lidar?

É direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. Desenvolvido com linguagem rápida e de fácil compreensão. Leituras de textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. 

Dependência de Maconha: como lidar?Dependência de Maconha: como lidar?
O curso “Dependência de Maconha: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos ou a quem esteja interessado em expandir seus conhecimentos e aprender informações atuais e práticas sobre a dependência de maconha. 
 

Para saber mais informações ou esclarecer dúvidas entre em contato conosco: sossobriedade@gmail.com


Share