Pesquisas mostram que diferentes motivos levam os jovens a usar álcool e drogas. Conheça motivos que levam os jovens a usar álcool e drogas!


Conheça 6 motivos que levam os jovens a usar álcool e drogas!

O que fazer se você sente que já tentou tudo o que podia?

Por que os jovens usam álcool e drogas?
 
Esta é uma pergunta que muitos deve fazer e refletir sobre “o que leva uma pessoa a usar algo que faz mal e pode levar a destruição”. Na verdade, existem vários fatores que podem levar uma pessoa a experimentar álcool e drogas, e é relativo, podendo variar de pessoa para pessoa.
 
Assim, segue abaixo 6 motivos mais comuns, entre muitos, que levam uma pessoa a experimentar álcool e drogas:
 

1 – Buscar uma nova experiência

 
Uma criança busca aprender coisas novas através do contato, do paladar, do toque e de outros sentidos. Toda pessoa buscar, através da experimentação conhecer as coisas, umas podem ir além e outras não. Assim a busca por uma nova experiência, no caso o álcool e as drogas, é uma forma de saciar uma curiosidade por algo que é tão discutido atualmente.
 

2 – Buscar sensação de prazer

 
Todo ser humano busca uma forma ou várias de prazer. Uns encontrar o prazer no esporte, outras na comida, no sexo, no trabalho e também nas drogas. O prazer é uma coisa saudável, desde que não seja nocivo e obsessivo. Muitas vezes o uso de álcool e drogas podem estar associados com o sentimento de vazio, e as drogas exercem a função de preencher este vazio e dar prazer imediato.
 

3 – Diminuir preocupações

 
O álcool e as drogas tem o grande poder de diminuir os problemas por um breve período de tempo, mas não resolvem os problemas. Na verdade só aumentar e é uma ilusão criada pelas drogas a ideia de que elas diminuem os nossos problemas.
 

4 – Medo de enfrentar um sentimento ou um problema

 
A intolerância às frustrações é um problema muito comum em pessoas que usam álcool e drogas. É uma maneira de fugir da realidade que a pessoa não consegue dar conta. Quando uma pessoa não consegue encarar a realidade e lidar com as frustrações, as drogas funcionam como “válvulas de escape”. Hoje é muito comum ouvirmos coisas como “vou beber para esquecer dos problemas”, “vou fumar um baseado para relaxar”, etc.
 

5 – Vontade de entrosar-se com um grupo de amigos

 
Os grupos de fácil acesso são muito procurados por pessoas com dificuldades de relacionamentos, que encontram nestes grupos facilidades para entrosarem-se. Estes grupos não exigem muito da pessoa, o que a leva procurar fazer as mesmas coisas, ou seja, o que o grupo considera “legal” e aceitável para pertencer a ele. Se uma pessoa não é muito seletiva ao escolher as pessoas de convívio, pode significar que ela tem baixa capacidade de relacionamento, buscando assim, qualquer grupo fácil para poder pertencer.
 

6 – Curiosidade para descobrir que tipo de sensações ela causam

 
A informação e a conscientização são fundamentais para prevenir o uso de álcool e drogas. A fase da adolescência é um fase de descobertas e formação de identidade. Assim, é preciso que eles saiba sobre as consequências do álcool e as drogas. É importante que os pais despertem nos filhos a curiosidade por coisas saudáveis, como o esporte, a arte, a música, como forma de evitar que os seus filhos tenham curiosidades pelo álcool e drogas.
 
Tudo isso pode motivar um jovem a usar drogas. O problema é achar que as drogas trazem uma “solução mágica”. Existem pessoas que, quando estão preocupadas ou nervosas, usam drogas para relaxar, se estão tristes usam drogas para esquecer e se estão alegres usam drogas para comemorar.
 
Acontece que as drogas, no máximo, podem usar alívio por um curto período de tempo. Mas, depois, volta tudo de novo!
 
Algumas pessoas acreditam que podem usar ou abusar e parar quando quiserem, que têm controle da situação. Isso costuma ser um grande e perigoso engano.
 

Como lidar com um filho dependente químico?

 
Para lidar com um dependente químico, primeiro é preciso conhecer a doença, os sintomas de abstinência, a prevenção de recaídas e as questões psíquicas e emocionais que envolvem a dependência química.

Busque informações corretas sobre as drogas, pois os filhos deixam de acreditar no que os pais dizem quando percebem que as informações repassadas não correspondem à realidade.
 
Aqui você encontra alguns cursos completos sobre como lidar com a dependência química, e assim poder ajudar o dependente químico. Vale a pena fazer!
Conheça os cursos sobre a Dependência de Cocaína, Crack, Álcool e Maconha!
COMECE AGORA!
 
Curso – Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?

O curso “Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. 

Curso de fácil compreensão. Textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. 


Mais informações >>

Curso Dependência de Álcool: como lidar?Curso Dependência de Álcool: como lidar?

É direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. 

Desenvolvido com linguagem rápida e de fácil compreensão. Leituras de textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. 


Dependência de Maconha: como lidar?Dependência de Maconha: como lidar?
O curso “Dependência de Maconha: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos ou a quem esteja interessado em expandir seus conhecimentos e aprender informações atuais e práticas sobre a dependência de maconha. 
 

Para saber mais informações ou esclarecer dúvidas entre em contato conosco: sossobriedade@gmail.com

 


Share