Como saber quando o uso de álcool, drogas, medicamentos causam dependência. Conheça 3 diferenças entre o abuso e a dependência de substâncias!

 Conheça 3 diferenças entre o abuso de substâncias e dependência de substâncias

Conheça 3 diferenças entre o abuso de substâncias e dependência de substâncias
Abuso e dependência evoca a imagem de uma pessoa que perdeu o controle da sua vida. Para essa pessoa, a diferença entre abuso e dependência pode ser apenas um exercício acadêmico. Substâncias que levam ao abuso e dependência incluem álcool, medicamentos e drogas ilícitas como a cocaína. Existem diferenças entre o abuso de substância e a pessoa que agora é dependente.

O “diagnóstico e estatística Manual de transtornos mentais, quarta edição,” ou DSM, é o livro de referência padrão usado por psiquiatras e outros profissionais de saúde mental. Ele contém todas as classificações de transtornos mentais e atribui a cada uma um número. De acordo com o “Psychology Today” em um artigo publicado em março de 2010, mudanças estão sendo propostas para combinar as classificações que capa de abuso e dependência de substância. A nova classificação seria transtorno de uso de substância.

Tempo de uso

 

Um abusador de substância pode ser definido como uma pessoa que abusa de alguma substância em uma base irregular. Pode ser uma pessoa que vai para um bar por um dia, perde o trabalho e é preso por dirigir sob o efeito. De acordo com o DSM como relatado no LifeTips, deve haver algumas consequências negativas da substância para constituir abuso. Assim, a pessoa que consome álcool sem qualquer questão legal, trabalho ou problemas em casa não é um abuso de substância. O abusador pode não ter tido qualquer álcool por uma semana ou duas antes a farra e é capaz de não ter álcool após a farra. A diferença entre dependência de substância, no caso do álcool, manifesta-se com a pessoa que consome a substância em uma base diária.

Liberdade de uso

 

Dependência de substância pelo seu nome implica que o indivíduo é dependente da substância e não pode funcionar sem ele. De acordo com um artigo no “Psiquiatria e Wellness” o abuso de drogas de prescrição de endereços, a dependência não é vício. Dependência é o resultado do uso sustentado de uma substância que leva uma pessoa a ter sintomas de abstinência, se a substância é levada embora. Esta dependência física marca a diferença entre o abuso de substância. Um abusador de substância pode deixar a substância sozinha sempre que ele deseja. Isso não significa que ele nunca vai usar a substância novamente. Ele vai voltar para ele, mas a reutilização não é baseada em uma necessidade física em uma base diária.

Tolerância física

 

Tolerância física refere-se ao conceito de que o uso prolongado de uma substância leva a maior consumo. Segundo lugar saudável, com dependência de substância, a quantidade ingerida deve ser aumentada ao longo do tempo para obter o mesmo resultado. O corpo não é apenas dependente, mas requer dosagens mais elevadas. O mesmo efeito não ocorre no abusador de substância ocasional. A quantidade da substância usada em cada um dos seus episódios permanecerá o mesmo.

 

Busque ajuda!

Muitas vezes, devido ao consumo do álcool e/ou droga, o usuário coloca em risco aspectos importantes de sua vida, tais como família, emprego, saúde. Além disso pode não perceber os problemas decorrentes deste uso ou mesmo negá-los. Nesses momentos, não é raro os membros da família apresentarem sentimentos de raiva ou impotência frente ao usuário ou a situação.
Essas ocasiões deveriam se transformar em buscas de ajuda em unidades de saúde, conversas com um profissional e pessoas de referência na sua comunidade, adesão a grupos de ajuda e cursos.

Dependência Química:Como lidar?


Para lidar com um dependente químico, primeiro é preciso conhecer a doença, os sintomas de abstinência, a prevenção de recaídas e as questões psíquicas e emocionais que envolvem a dependência química.

A família é parte importante na recuperação do dependente químico!

 


Busque informações corretas sobre as drogas, pois os filhos deixam de acreditar no que os pais dizem quando percebem que as informações repassadas não correspondem à realidade.
Aqui você encontra alguns cursos completos sobre como lidar com a dependência química, e assim poder ajudar o dependente químico. Vale a pena fazer!

 

Conheça os cursos sobre a Dependência de Cocaína, Crack, Álcool e Maconha!
COMECE AGORA!

 

Curso – Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?

O curso “Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. Curso de fácil compreensão. Textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. Mais informações >>

 

Curso Dependência de Álcool: como lidar?Curso Dependência de Álcool: como lidar?

É direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. Desenvolvido com linguagem rápida e de fácil compreensão. Leituras de textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. Mais informações >>

Dependência de Maconha: como lidar?Dependência de Maconha: como lidar?

O curso “Dependência de Maconha: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos ou a quem esteja interessado em expandir seus conhecimentos e aprender informações atuais e práticas sobre a dependência de maconha. Mais informações >>

 

Para saber mais informações ou esclarecer dúvidas entre em contato conosco: sossobriedade@gmail.com

 

 


Fonte: http://www.writers-centre.org/o-que-sao-tres-diferencas-entre-o-abuso-de-substancias-dependencia-de-substancia.html


Share