Bula do DeposteronPrecauções, Reações Adversas, Indicações e Contra-Indicações. Confira a bula do Deposteron!

Deposteron bula – SOS Sobriedade


Cada ampola contém: cipionato de testosterona 200 mg. Veículo oleoso q.s.p. 2 ml.


Posologia e Administração de Deposteron


Deposteron bula Hipogonadismo, climatério e impotência (terapia de reposição masculina): 50 a 400 mg, I.M., a cada 2 a 4 semanas. Puberdade retardada masculina (terapia de reposição): 25 a 200 mg, a cada 2 a 4 semanas, por um período usualmente limitado a 6 meses. Antineoplásico, em câncer inoperável do seio (feminino): 200 a 400 mg, I.M., a cada 2 a 4 semanas. Vias e cuidados especiais de administração: o uso da agulha ou seringa úmidas por causar turvação na solução, o que não afeta, entretanto, a efetividade da medicação. Se, porventura, verificar a formação de cristais nas ampolas, o aquecimento e agitação podem proporcionar a redissolução imediata. A injeção intramuscular deve ser administrada profundamente no músculo glúteo ou no deltóide, em caso de indivíduos grandes. Não administrar intravenosamente. – Superdosagem: doses freqüentes podem desencadear sintomas de sobredosagem de remissão lenta, por tratar-se de medicamento, de longa ação. Recomenda-se suspender imediatamente o medicamento.

Para saber sobre os efeitos colaterais do Deposteron recomendamos o artigo:


Precauções de Deposteron

Quando pacientes masculinos, acima de certa idade, são tratados com andrógenos, eles podem ter um risco maior de aumento de tamanho da próstata ou de desenvolvimento de câncer de próstata. Por esta razão, exames de próstata e de sangue são freqüentemente realizados antes de prescrever andrógenos a homens de mais de 50 anos. Os exames podem ser repetidos durante o tratamento. Fertilidade: durante o tratamento de longo prazo pode ocorrer oligospermia, azoospermia ou função reduzida do esperma, resultando em possível infertilidade, com remissão espontânea após a descontinuidade da terapia. Hipertrofia prostática aguda benigna: pacientes com esta condição podem desenvolver obstrução uretral aguda, exigindo suspensão imediata da medicação. Monitoramento: deve-se determinar freqüentemente os níveis séricos e urinários de cálcio em mulheres portadoras de carcinoma metastático do seio sob tratamento com testosterona. Durante o tratamento em meninos em idade pré-puberal, fazer radiografia óssea a cada 6 meses. Porfiria aguda intermitente: cautela em pacientes que já apresentam esse quadro. Andrógenos podem precipitar ataques desta afecção. É usualmente preferível iniciar o tratamento com doses terapêuticas plenas e ajustar posteriormente às características individuais. – Interações medicamentosas: os seguintes fármacos podem interagir com Deposteron: adreno, glico ou mineralocorticóides; corticotrofina, alimentos ou medicação contendo sódio (podem aumentar o risco de edema e predispor à acne). Antidiabéticos orais ou insulina (pode haver redução dos níveis séricos de glicose). Somatotrofina (pode acelerar a maturação das epífises). Medicamentos hepatotóxicos (a incidência de hepatotoxicidade pode ser aumentada).

Reações Adversas de Deposteron


As seguintes reações exigem acompanhamento médico: virilização e irregularidades menstruais em mulheres, irritabilidade na bexiga, ginecomastia, epididimite em homens. Anafilaxia, edema, eritrocitose, irritação gastrintestinal, hipercalcemia e policitomia, alopecia androgência, seborréia e acne, em homens e mulheres. Carcinoma, hipertrofia prostática e aumento do desejo sexual podem se desenvolver em pacientes idosos. São reações adversas de incidência rara ocorridas durante terapia de longo prazo ou com altas dosagens: necrose hepática, leucopenia, púrpura hepática. Outras reações raras são: constipação, náusea, diarréia, infecção, vermelhidão, dor ou irritação no local da injeção, alterações da libido, dor estomacal, dificuldade no sono, impotência, atrofia testicular, cefaléia, ansiedade, depressão, parestesia generalizada, apnéia do sono, rash cutâneo.

Contra-Indicações de Deposteron


Portadores de câncer do seio (masculino), câncer ou adenoma de próstata sabido ou suspeito, insuficiência cardíaca, hepática ou renal grave; indivíduos pré-púberes ou em estados agressivos; gravidez. – Advertências: no tratamento paliativo de câncer do seio descontinuar a terapia se após três meses a doença voltar a progredir ou se for verificada hipocalcemia em qualquer fase do mesmo. A androgenoterapia na mulher, mesmo de curta duração, pode precipitar virilização, particularmente vocal e pilosa. A androgenoterapia é desaconselhada para melhorar a performance atlética. Em crianças, deve-se usar Deposteron com cautela devido aos efeitos adversos no processo de maturação óssea, que pode ser acelerado sem produzir ganho compensatório no crescimento linear.

Indicações de Deposteron


Hipogonadismo primário congênito ou adquirido, quando há insuficiência testicular devido ao criptorquidismo, torsão bilateral, orquite, síndrome de ausência testicular ou orquidoctomia. Hipogonadismo hipogonadotrófico: quando há deficiência congênita ou adquirida de LH-RH (hormônio liberador do hormônio luteinizante) ou dano hipotalâmico-hipofisário devido a cirurgias, traumas, tumores ou radiação. Puberdade retardada: quando há padrão familiar de puberdade tardia, não secundária a uma desordem patológica, em pacientes que não responderam à terapia psicológica de suporte. Climatério masculino: como terapia repositora na impotência ou outros sintomas associados a esta desordem, quando a etiologia é devida a uma deficiência androgênica constatada. Desnutrição severa na velhice: desde que o aporte protéico seja suficiente. Anemias específicas: anemia aplástica, mielofibrosa, mieloesclerose, metaplasia mielóide agnogênica, anemias hipoplásticas causadas por malignidade ou drogas mielotóxicas. Carcinoma inoperável do seio: como tratamento paliativo secundário ou terciário do câncer metastático do seio em mulheres com tumores hormônio-receptivos ou que tenham demonstrado previamente resposta à terapia hormonal.

Apresentação de Deposteron

Solução oleosa injetável em caixas com 1 e 3 ampolas de 2 ml.


Se você deseja ganhar massa muscular, não esqueça que o melhor caminho é uma alimentação saudável e muito treino. Para isso recomendamos um programa de nutrição esportiva criado por Giovana Guido, a nutricionista esportiva que vai te ajudar a ganhar massa muscular. Confira!


Nutrição Esportiva Fácil para Profissionais de Fitness!


Este produto premium é indicado para Profissionais de Fitness ou atletas que queiram ter conhecimentos mais avançados sobre alimentação esportiva. Veja como manter o equilíbrio entre esporte e alimentação saudável!


Nutrição Esportiva Fácil para Profissionais de Fitness“Saiba tudo o que você está fazendo de errado em sua alimentação e o que precisa alterar para alcançar um corpo perfeito”

A base de qualquer esporte é a alimentação saudávelequilíbrio de nutrientes e alguns alimentos chave, então resolvi criar um livro que oriente de forma geral e prática um melhor consumo alimentar para que os esportistas e atletas possam atingir certos objetivos.

Os professores de educação físicatreinadores atletas acumulam muitas dúvidas em relação à alimentosnutrientesdietas suplementos.

Nutrição parece fácil, mas na prática, muita gente encontra dúvidas na hora de escolher certos alimentos, que quantidade usar, que horário usar, leitura de rótulos, light/diet, etc.

Aqui fica um resumo de tudo o que você irá aprender.

Neste livro a Drª Giovana Guido orienta de forma geral e prática um melhor consumo alimentar para que os esportistas e atletas possam atingir certos objetivos.

Os professores de educação física, treinadores e atletas acumulam muitas dúvidas em relação à sua dieta e/ou de seus alunos. Neste livro, de 115 páginas eu explico alguns temas fundamentais na criação de uma alimentação correta.


Aqui fica um resumo de tudo o que você irá aprender:

üComo Usar os Nutrientes Fundamentais na Nutrição   esportiva
üAprendendo a Calcular o Gasto Calórico
üAprendendo a Estruturar o Cardápio Ideal
üEsquema Por Modalidade Esportiva
üAprendendo as Instruções Gerais Para Cada Objetivo
üOs Alimentos-Chave na Dieta
üSugestões Pré e Pós Treino
üO Que Comer nos Intervalos
üA Importância da Hidratação
üDicas de Reeducação Alimentar
üA Utilização Correta dos Suplementos
üExemplo de Cardápios
üO Que Você Não Pode Esquecer no Supermercado

Apresentando a solução…

Tudo isto você irá conhecer no meu novo livro, indicado principalmente para profissionais de fitness ou atletas que pretendem conhecimentos mais avançados de nutrição esportiva.

Giovana Guido - Nutricionista Esportiva
Giovana Guido – Nutricionista Esportiva
Bônus 1: Receitas Para Ganhar Massa Muscular

Bônus 1: Receitas Para Ganhar Massa MuscularVocê irá também receber o meu livro com 100 Receitas Para Ganhar Massa Muscular, para usar com clientes que pretendem aumentar a massa muscular marra.



Bônus 2: Photobook Com Receitas Saudáveis

Bônus 2: Photobook Com Receitas SaudáveisCom este livro digital, você terá ainda mais idéias para passar para seus clientes.







Bônus 3: Receitas Para Emagrecimento e Definição Muscular

Bônus 3: Receitas Para Emagrecimento e Definição MuscularVocê irá também receber o meu novo livro com 100 Receitas Para Emagrecimento e Definição Muscular, para usar com clientes que pretendem queimar gordura e definir os músculos.




Bônus 4: Acelere Seu Metabolismo Durante o Dia Todo

Bônus 4: Acelere Seu Metabolismo Durante o Dia TodoEste guia tem uma sugestão de programação (que você poderá adaptar ao cotidiano de seus clientes).




Bônus 5: Atualizações Gratuitas

Atualização constante dos bônus que melhoram ainda mais todo o produto e facilita a sua vida profissional!

Para saber mais informações ou esclarecer dúvidas entre em contato conosco pelo e-mail!

sossobriedade@gmail.com

Nutrição Esportiva Fácil para Profissionais de Fitness

Siga a nossa página!

Gostou? Então compartilhe!

Tweet

Recomendamos que leia também




Fontes: http://www.bulas.med.br/bula/5825/deposteron.htm

Share