Um dos sintomas muito comum durante a nossa recuperação é a sensação de cura, acreditar que nunca mais iremos usar drogas novamente. Acreditamos profundamente que estamos livres de perigos e que podemos continuar a nossa vida sem as devidas precauções e cuidados. Nosso comportamento e a nossa maneira de agir torna-se cada vez mais ousada, e de forma arrogante, nos sentimos superiores àqueles que já experimentaram uma recaída.      
Nesta fase deixamos de fazer tudo o que nos propomos a fazer durante o tratamento, por achar que não precisamos mais de ajuda, já estamos curados, e aos poucos nos afastamos dos amigos de recuperação, não procuramos mais os grupos de apoio e não buscamos mais nenhuma forma de alimentar a nossa estrutura emocional e espiritual.
Voltamos a freqüentar os lugares que freqüentávamos quando estávamos no uso e a andar com os amigos que andávamos durante a nossa adicção e vamos perdendo a linguagem da recuperação gradativamente. O mais difícil disso tudo é que escondemos este pensamento de autosuficiência e superioridade e não percebemos que estamos cada vez mais nos afastando do nosso propósito, a sobriedade.

Com esse comportamento, nossas defesas ficam baixas e fatalmente nos levará a uma recaída se não reorientarmos a nossa vida e retomarmos o processo de manutenção da linguagem da recuperação.
Autor: Rodrigo Longo
UM GRANDE ABRAÇO A TODOS!
Referência Bibliográfica:
Share